O deputado estadual Antônio Carlos Arantes/PSC está preocupado com as intensas queimadas que tem se proliferado na região do Parque Nacional da Serra da Canastra. O parlamentar encaminhou esta semana um ofício ao diretor de unidade de Conservação de Proteção Integral em Brasília, Ricardo Soavinsky para que sejam tomadas as medidas necessárias com o objetivo de intensificar a proteção e a fiscalização do parque.
O turismo na região do parque representa 35% do Produto Interno Bruto (PIB) do município de São Roque de Minas. A degradação ambiental tem aumentado demais com as queimadas. A nascente do rio São Francisco, a parte de cima da cachoeira Casca Danta e o ecoturismo na própria Serra da Canastra, que são os principais atrativos turísticos da região, estão totalmente comprometidos por causa dos focos de incêndio. Os prejuízos são incalculáveis para as cidades que vivem do turismo na região. Além de São Roque de Minas, Araxá, Campos Altos, Perdizes, Tapira, Vargem Bonita e Sacramento também estão bastante prejudicadas.
O deputado espera que medidas emergenciais sejam tomadas. ?Além do impacto ambiental negativo que está cada vez mais evidente nestas queimadas e do enorme prejuízo para o Turismo, precisamos ter um maior contingente para cuidar e fiscalizar o Parque, porque muitas vezes são iniciativas criminosas. Estou pedindo providências em função disto? , concluiu.

COMPATILHAR: