O ex-secretário do então prefeito de Formiga Moacir Ribeiro da Silva, afastado em março de 2016 pela Justiça em razão da instrução processual da ação penal resultante da Operação Capitanias Hereditárias comandada pelo Ministério Público no município, e agora no final de outubro de 2021 culminou com a condenação do ex-secretário José Terra de Oliveira Junior (Terrinha), a 9 anos, 4 meses de reclusão e 22 dias-multa, em regime fechado, tendo sido concedido ao réu recorrer em liberdade.

À época, as investigações levadas a efeito na Operação Capitanias Hereditárias apontaram a prática de uma série de irregularidades administrativas cometidas por alguns gestores municipais de então.

Terrinha, quando de seu afastamento desempenhava no governo de Moacir Ribeiro da Silva as funções de chefe de Gabinete e de secretário da Administração e Gestão de Pessoas.

A sentença de condenação em questão, foi proferida pela Justiça de 1ª Instância desta Comarca de Formiga na ação de nr. 014772-83.2016.8.13.0261.

Para conhecer mais detalhes e informações sobre o desdobramento da Operação Capitânias Hereditárias acesse os links:

01

02

03

04

Comentários
COMPATILHAR: