Ele queria comprar, mas ninguém quis vender. Não será dessa vez que o prefeito Moacir Ribeiro vai desfilar em um carro de luxo pelas estradas brasileiras. A licitação, marcada para às 13h dessa sexta-feira, para a aquisição de um veículo cujo valor limite poderia chegar a R$130 mil, acabou não acontecendo.
A equipe do Portal Últimas Notícias compareceu ao Departamento de Licitação para acompanhar o pregão, mas no local, a informação é de que nenhuma empresa se interessou pelo processo licitatório (licitação deserta).
De acordo com a funcionária do departamento, conforme instrução recebida, um novo edital deverá ser publicado para que uma nova licitação seja realizada.
Além do valor, considerado alto, as especificações para a aquisição do veículo pretendido pela administração não são nada modestas. Entre os itens indispensáveis está: Possuir no mínimo 8 airbags, potência mínima de 230 CV, sistema de estacionamento automático, alerta de colisão, teto solar elétrico, comandos de voz com funções de áudio, telefone, ar condicionado e navegador dentre outros. Exigências que só são atendidas por veículos considerados de luxo.
Mas pelo jeito, o ?velho Volkswagen Bora?, pelo menos até a próxima licitação, continuará sendo o carro oficial, mesmo que a contragosto.

Comentários