As celebrações pelos 80 anos do órgão de tubos da Matriz São Vicente Férrer foram encerradas na noite dessa terça-feira (24). Os presentes assistiram a apresentação do Coral Imaculada Conceição e do organista formiguense Antônio Olímpio Nogueira.

A apresentação foi o coroamento das comemorações do instrumento musical, um dos cinco mais importantes órgãos de tubos do Brasil. O Coral Imaculada Conceição, regido por Ágda Vaz de Menezes, tendo Antônio Olímpio Nogueira ao órgão, executou grandes composições de padre Remaclo Fóxius, que, juntamente com o saudoso professor Franz Stangelberg, idealizou e inaugurou solenemente esse precioso instrumento em missa realizada na manhã do dia 24 de outubro de 1937.

No final da apresentação, foi feita uma homenagem e entrega de certificados aos principais organistas nestes 80 anos de história, bem como a fixação da placa comemorativa da efeméride.

Após a apresentação o pároco, padre Marcelo Reis, e o secretário municipal de Cultura, Alex Arouca, se comprometeram em promover cursos de formação de novos organistas, sob a coordenação do curador do instrumento e especialista, Antônio Olímpio.

Concertos

A Secretaria de Cultura e a Paróquia São Vicente Férrer promoveram em parceria uma série de concertos para celebrar os 80 anos do órgão. A primeira apresentação foi de Edite Rocha, no dia 7 de abril; a segunda foi comandada por Antônio Olímpio, nos dias 10 e 11 de junho; e a terceira pelo padre formiguense Afonso Maria Oliveira, no dia 7 de setembro.

(Foto: divulgação Decom)

 

Fonte: Decom/Formiga ||

Comentários
COMPATILHAR: