O estudante de medicina Alberto Sampaio Gressler, de 25 anos, foi preso pela polícia do Aeroporto Internacional de Ngurah Rai ao desembarcar em Bali, na Indonésia, transportando 2,8 gramas de maconha.

Ele estava em um voo que saiu de Kuala Lumpur, capital da Malásia. A prisão aconteceu em 28 de junho, mas ganhou as manchetes internacionais nos últimos dias. O Itamaraty acompanha o caso.

Natural de Rio Verde (GO), Gressler foi preso após passar pelo raio-x, momento no qual as autoridades suspeitaram dos itens em sua bagagem. Após inspeção, foram encontrados quatro pacotes contendo folhas e sementes. Pelos resultados dos testes no laboratório da alfândega foi identificado o entorpecente.

Segundo a polícia local, Gressler alegou que havia comprado a maconha na Tailândia para consumo próprio e não sabia que era proibida em Bali.

Brasileiros executados na Indonésia em 2015

Em abril 2015, Rodrigo Gularte, de 42 anos, foi executado na Indonésia. Ele havia sido detido em 2004 após tentar entrar no aeroporto de Jacarta com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surf.

À época, a família do brasileiro, proveniente do Paraná, apresentou às autoridades indonésias vários documentos médicos comprovando que ele sofria de esquizofrenia e pedindo a suspensão da execução por motivos humanitários, o que não aconteceu. O brasileiro acabou fuzilado.

Em janeiro do mesmo ano, Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, que cumpria pena por tráfico de drogas, também foi fuzilado.

Fonte: Estado de Minas

Comentários
COMPATILHAR: