Da Redação

De janeiro a maio deste ano, a Secretaria de Obras recebeu 900 reclamações referente à falta de iluminação no município. Com 8.971 pontos de iluminação, incluindo a zona urbana e rural, a Secretaria de Obras contará com uma nova ferramenta para agilizar a prestação de serviço.

O estagiário da pasta, o estudante de Engenharia Elétrica do IFMG, Samuel Rodrigues S. Leite está desenvolvendo um sistema para otimizar a manutenção da iluminação pública no município.

Sob a orientação do professor Renan Souza Moura, Samuel está desenvolvendo o Sistema de Informação Geográfica Aplicado para Gerência da Rede de Iluminação Urbana e Rural do Município de Formiga.

O projeto de georreferenciamento  identificará e analisará os problemas a partir de uma plataforma geográfica, possibilitando a elaboração de estudos para a redução dos custos de manutenção e operação, resultando em um melhoramento das instalações com maior agilidade e precisão. “O sistema propõe a identificação dos defeitos em uma base geográfica, o cadastramento em uma base de dados, a gestão das equipes de trabalho, despacho dos serviços e o controle de materiais”, explica Samuel.

De acordo com o secretário de Obras do município, Flávio Passos, o sistema irá auxiliar também na terceirização ao pleitear uma parceria público-privada, para elaboração conjunta de um projeto de cidade inteligente, um exemplo seria a substituição de todas as lâmpadas atuais por lâmpadas LED, promovendo maior eficiência energética.

O sistema foi apresentado na reunião da Câmara dessa semana.

O estudante de Engenharia Elétrica do IFMG, Samuel  Leite (Foto: Gleiton Arantes)

Comentários
COMPATILHAR: