Ex-refém das Farc seria mesmo Emmanuel
O garoto encontrado num orfanato na Colômbia seria mesmo Emmanuel, nascido em cativeiro da refém das Farc Clara Rojas, segundo a rádio colombiana Caracol. Ele nomeou a fracassada operação de resgate, no final de 2007, na qual se envolveram observadores internacionais – como o aspone brasileiro top-top Marco Aurélio Garcia – o ex-presidente argentino Néstor Kirchner e o ditador em gestação Hugo Chávez, da Venezuela, além da Cruz Vermelha Internacional. O presidente da Colômbia, que viajou à base de operações de resgate em Villavicencio, atribuiu o fracasso ao sumiço do menino, um dos três reféns que seriam libertados pelos narcoguerrilheiros. A rádio Caracol informa que o primeiro exame de DNA deu positivo, mas que será feito outro, para não restarem dúvidas. Procuradoria-Geral da Colômbia faria o anúncio oficial ainda hoje. Emmanuel teria sido entregue ao orfanato em 2005 por um suposto tio. Registrado como Juan David Gómez tem a boca e o olhar semelhantes ao da mãe, Clara Rojas, revelaram as fontes da rádio Caracol.

Comentários
COMPATILHAR: