Em todas as partes do Brasil estão se repetindo denúncias e reclamações de pacientes que possuem plano de saúde e enfrentam dificuldades para conseguir autorização das operadoras para fazer o exame de detecção do coronavírus, mesmo depois da Resolução Normativa nº 453 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) ter regulamentado a cobertura obrigatória de testes para a infecção. A obrigatoriedade está valendo desde o dia 13 de março, em todo o país.

Vale ressaltar que a autorização dos planos não depende apenas da vontade do paciente em realizar o exame, mas de prescrição médica que está ocorrendo em caso de suspeita, em especial de casos que apresentem sintomas graves. 

Em Formiga, o portal entrou em contato com alguns dos planos com maior número de clientes na cidade (Unimed Alto São Francisco e Prontomed), e ainda com o IPSEMG, que cobre servidores estaduais. Em todos, as informação é de que a realização do exame está sendo coberta pelos planos, desde que ocorram com o devido pedido médico. Os médicos cooperados possuem os critérios para a emissão dos pedidos de exames. Quando da emissão do pedido médico, o cliente poderá procurar a rede credenciada para receber o atendimento”, diz a nota da Unimed, enviada ao portal.

Porém, além da autorização, outra dificuldade relacionada à realização do exame em Formiga está em encontrar laboratórios que realizem os testes.  Por esse motivo, a ANS orienta que o beneficiário do plano não se dirija a hospitais ou outras unidades de saúde sem antes consultar sua operadora de plano de saúde, para informações sobre o local mais adequado para a realização de exame ou para esclarecimento de dúvidas sobre diagnóstico ou tratamento da doença.

A agência de saúde esclarece também que a cobertura do tratamento aos pacientes diagnosticados com a Covid-19 já é assegurada aos beneficiários de planos de saúde, de acordo com a segmentação de seus planos (ambulatorial, hospitalar).

Rede pública

Diante do número crescente de casos suspeitos da doença em todo o país, os laboratórios que realizam tais exames estão sobrecarregados e, por esse motivo, limitando o número de exames por dia. 

Segundo informações do secretário de Saúde de Formiga, Leandro Pimentel, até esta quarta-feira (1º), apenas dois laboratórios estavam credenciados para realizar exames para o coronavírus pela rede pública de Formiga, São Geraldo e Fundação Ezequiel Dias (Funed), que realizam, no máximo, três exames desse tipo por dia, cada um.

Além disso, os exames para confirmação da infecção por Covid-19 estão sendo feitos exclusivamente em pacientes que apresentem síndrome respiratória grave. A boa notícia, é que a Secretaria de Saúde conseguiu credenciar outros dois laboratórios no município, Santa Marta e São Luís; o que dobrará a oferta de exames diários de seis para 12.

Comentários
COMPATILHAR: