Uma explosão em cilindro de GLP de grande porte em uma fábrica de asfalto, ocorreu na manhã desta sexta-feira (29), em Divinópolis.

O acidente resultou em uma vítima fatal, um adolescente, de 17 anos, que não resistiu aos ferimentos.

O pai dele, de 42 anos, é proprietário da empresa. Ele ficou gravemente ferido, com queimaduras de 1º e 2º graus, e foi encaminhado para o Complexo de Saúde São João de Deus.

No local, a equipe dos Bombeiros verificou que se tratava de um maquinário de vaporização para caldeira que explodiu. O aparelho é ligado em dois cilindros de gás GLP (gás liquefeito de petróleo), popularmente conhecido como gás de cozinha que condensa e realiza o aquecimento de uma caldeira através de tubulações.

As vítimas estavam realizando a manutenção do maquinário no momento da explosão.

Foram acionados para atender a ocorrência a perícia da Polícia Civil, a equipe do Samu e também o Corpo de Bombeiros.

De acordo com informações do Cobom, foi identificado um veículo em chamas decorrente da explosão. A equipe prontamente combateu o incêndio, eliminando outro risco de explosão.

O local do acidente estava com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros vencido, porém, possuía medidas de segurança necessárias exigidas.

Além disso, um projeto solicitando alteração das medias de segurança estava em fase de análise nesta unidade.

A Polícia Civil e o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados do Exército Brasileiro também compareceram ao local.

 

Fonte: Corpo de Bombeiros

COMPATILHAR: