Como feito durante vários bairros este ano, a equipe de redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias percorreu as ruas da Vila São Vicente e percebeu várias problemas e insatisfações dos moradores. O que mais preocupa a população é a falta de segurança no local.
Saúde
Nos bairros abrangidos pela Associação de Moradores e Amigos da Rua Alto do Pequi e Vila São Vicente, não há Unidade Básica de Saúde (UBS), então, os moradores são atendidos no posto de saúde do bairro Nossa Senhora do Rosário, que é o mais próximo da região.
O vice-presidente da associação, Alisson José de Farias, conta que não há muito do que reclamar da UBS, pois ela tem um espaço físico satisfatório e o médico atende cinco vezes por semana, o dia todo.
Segurança
Mesmo estando tão próximo à 13ª Companhia Independente de Polícia Militar, a rua Alto do Pequi e a Vila São Vicente são muitos inseguras. Os moradores contam que são lugares que têm muito tráfico de drogas e vários usuários. Também ocorrem diversos furtos, roubos e outros crimes.
Segundo os moradores, a Polícia Militar faz rondas constantemente, programas educativos, mas, mesmo assim, não é o suficiente, pois eles acreditam que os locais precisam mesmo é de um programa de prevenção que dê certo, já que os usuários são, em sua maioria, adolescentes e jovens.
Infraestrutura
A rua Alto do Pequi e a Vila São Vicente têm várias deficiências em relação à infraestrutura. O bairro possui algumas ruas sem calçamento, que prejudicam bastante a locomoção dos moradores.
Uma carência de quem reside naquelas imediações é a construção de uma ponte ligando a Vila São Vicente ao bairro Novo Horizonte, pela rua Cristovão Colombo.
Alguns residentes mais antigos da rua Alto do Pequi contam que a voçoroca que existe perto da Penitenciária Regional já tem cerca de 40 anos, eles buscaram apoio com algumas empresas de Formiga para jogarem entulho no local para aterrá – la, o prefeito até disse para eles que, depois da voçoroca ser aterrada, poderia até construir uma praça no local. Agora que o local está aterrado e pronto para construir a praça, apareceu o dono e reivindicou o terreno.
O local também tem alguns problemas com esgoto, que está sempre entupindo e vazando para lugares inadequados, exalando mau cheiro e prejudicando os moradores locais.
Outro problema é que, quando chove a rua Alto do Pequi fica toda alagada, então os moradores do local gostariam que fosse feita alguns bueiros ou bocas de lobos para retirar um pouco da enxurrada assim impedindo que alague a rua.
Também tem um problema com sinalização, pois a maioria das ruas não tem sinalização indicado seus respectivos nomes. Os moradores também se queixam da falta de redutores de velocidade em algumas ruas dos bairros, pois os motoristas estão trafegando em alta velocidade.
Esportes
Em relação ao esporte, os moradores da rua Alto do Pequi e da Vila São Vicente estão satisfeitos, pois, nas proximidades do local, existem duas quadras poliesportivas públicas.
Os praticantes de esporte podem jogar na quadra perto do posto de saúde no bairro Nossa Senhora Aparecida ou também tem a opção da quadra do bairro Novo Horizonte. O vice-presidente da associação, Alisson José de Farias, conta que os moradores também jogam na quadra do Cesec.
Associação de Moradores e Amigos da Rua Alto do Pequi e Vila São Vicente
A Associação de Moradores e Amigos da Rua Alto do Pequi e Vila São Vicente é muito participativa na comunidade, pois já realizou várias parceria para melhorar a qualidade de vida dos moradores. Uma parceria importante para a associação foi com a Penitenciária, que cedeu três detentos para trabalharem na construção da sede da associação.
Este é um dos poucos bairros que tem sede própria da associação de moradores, uma sede com um ótimo espaço físico, que é alugado para festas para arrecadar fundos para a associação. Também há vários projetos sociais para a comunidade, um deles é montar uma cooperativa de costura para ensinar os moradores a terem uma fonte de renda e também ganharem dinheiro na própria cooperativa.
A associação também é muito representativa, sempre faz ofícios encaminhando as dificuldades dos moradores do bairro até os órgãos competentes.
Atrativos
A rua Alto do Pequi tem como principal atrativo a Penitenciária Regional de Formiga, que no início foi motivos de revolta e de medo, mas agora os moradores já não reclamam tanto e aprenderam a lucrar com a vinda da penitenciária, construindo e criando até mesmo em residências estabelecimentos comerciais próximo à unidade prisional para os visitantes e demais frequentadores do local.
Além disso, na Vila São Vicente tem como atrativo as tradicionais festividades de Nossa Senhora Aparecida, a nova creche e algumas empresas que aumentam a empregabilidade do bairro.
Mensagem ao Legislativo e ao Executivo
O vice-presidente da Associação de Moradores e Amigos da Rua Alto do Pequi e Vila São Vicente, Alisson José de Farias, deixa a seguinte mensagem aos poderes Executivo e Legislativo ?É lógico que todos os bairros têm problemas e eu, como vice-presidente, ainda mais pegando uma associação cheia de problemas herdados de outras administrações, na gestão 2008 e 2009, eu consegui melhorar alguns, mas não todos. Agora na gestão 2010/ 2011, também estou com muitos problemas, como vice-presidente, eu me coloco na situação do prefeito e vereador, porque a gente tem que cobrar mesmo ainda mais que é dinheiro público envolvido, mas administrar não é fácil a gente só sente quando está na pele, porque quando nos colocamos no lugar deles, eu administro uma associação e fico só em um bairro, imagina administrar uma cidade do tamanho de Formiga, por mais que tenha secretário, pessoal já responsável por isso, não é uma tarefa fácil, conseguir recursos para ser gasto em Formiga, é difícil administrar.
Apesar dos problemas que o bairro vem passando eu gostaria de pedir atenção para o nosso bairro, não uma cobrança severa, mas só para ele não esquecer das nossas reivindicações, a gente ainda tem reivindicações a serem feitas, mas dentro do possível que eles vão cumprido. Também agradeço à Prefeitura por ter repassado à nossa associação R$20 mil, que é muito dinheiro, mas não foi suficiente para atender à demanda aqui no nosso bairro, mas, de certa forma, eu agradeço a Prefeitura por ter investido aqui, os vereadores por estar nos apoiando e aos moradores que estão sempre presentes. Eu gostaria de deixar um convite: todos os moradores que queiram nos ajudar, pois a gente precisa, porque cinco ou seis caminham, mas muita gente caminha muito melhor. Os leitores do jornal, que possam nos ajudar com um pouquinho é só entrar em contato comigo pelo email [email protected] Um Feliz Ano Novo pra todo mundo?
, finaliza o Alisson Farias.

Comentários