Anderson Silva está focado no duelo contra Nick Diaz, na luta principal do UFC 183, em 31 de janeiro, em Las Vegas, quando retornará ao octógono depois de longo afastamento decorrente de fratura na perna esquerda. Mas o Spider deixou claro que o cinturão do peso médio, antes algo descartado, realmente está na meta do ex-campeão. Ele pensa em uma trilogia com o atual dono do título, Chris Weidman.
O ex-campeão declarou que gostaria de um reencontro com Chris Weidman, para o qual perdeu o cinturão e a revanche, quando sofreu a grave fratura na perna esquerda.
A vontade de disputar o cinturão do UFC é ressaltada pelo ex-campeão, que gostaria de um duelo contra o atual campeão ou quem estiver com o título. Ele disse que só recusaria um duelo se fosse contra um companheiro de treinos ou amigo próximo. ?Eu vou disputar as lutas que tenho no meu contrato e, se ganhar a chance de lutar pelo título de novo, contra Weidman ou não ? se não for um amigo ou companheiro de treino -, eu ficarei muito satisfeito?, ressaltou.
Anderson Silva perdeu uma invencibilidade de 16 lutas no UFC, ao ser batido por Chris Weidman na edição número 162, em julho de 2013, quando foi nocauteado e deixou escapar o cinturão depois de dez defesas. Ele teve a revanche no UFC 168, em dezembro de 2013, mas sofreu a fratura na perna esquerda ao tentar um chute alto que pegou no joelho do adversário. O Spider voltou a treinar cinco meses depois da lesão e teve o retorno anunciado contra Nick Diaz.

COMPATILHAR: