Da Redação

O município de Formiga entrou para a lista, juntamente com mais 20 municípios da região Centro-Oeste, de “rumores” de morte de macaco por contaminação de febre amarela, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), na sexta-feira (3).

São considerados “rumores” os casos de macacos encontrados em avançado estado de decomposição, o que impede a análise.

Segundo a Prefeitura, os macacos encontrados mortos na zona rural do município, foram recolhidos e submetidos a exames físicos, que comprovaram a morte por atropelamento. Descartando assim a possibilidade desses primatas serem vetores de febre amarela.

Ações

Segundo nota enviada pela Prefeitura, “ o município continua com suas ações em relação à doença, como a intensificação vacinal contra febre amarela para quem não foi imunizado. Também estão sendo feitas ações de conscientização na zona rural. Um roteiro de palestras e vacinação foi elaborado para as pessoas não imunizadas. Ele está sendo meticulosamente executado. Na área urbana, a equipe de controle de endemias está intensificando os trabalhos de controle do transmissor da dengue, o Aedes aegypti, pois o mosquito é o mesmo que transmite a febre amarela urbana”.

Já os casos “em investigação”, que são aqueles que ainda dependem do resultado de exames que  não ficaram prontos, existem em 13 municípios da região: Aguanil, Campo Belo, Carmo do Cajuru, Divinópolis, Igaratinga, Itaúna, Lagoa da Prata, Martinho Campos, Moema, Perdigão, Pimenta, Santo Antônio do Monte e Tapiraí.

Minas Gerais soma um total de 105 municípios com rumores de morte de primatas, 75 municípios estão sob investigação e em 91 cidades foram confirmadas morte de macacos por infestação de febre amarela.

Casos confirmados

Os dois únicos casos confirmados de mortes de macacos por febre amarela na região ocorreram em Japaraíba e São Roque de Minas. Apesar das mortes de primatas, não há indícios de contaminação de febre amarela em humanos, na região.

De acordo com o último boletim da SES, 1.063 casos da doença foram notificados em 88 localidades no Estado neste ano. Dessas, 46 cidades tiveram confirmações da doença. Até o momento, 99 pessoas morreram no estado em decorrência da enfermidade, e outros 181 óbitos estão sendo investigados.

Comentários
COMPATILHAR: