Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, referentes ao mês de setembro, revelam que Formiga teve novamente saldo positivo na geração de empregos: foram admitidos 708 trabalhadores e demitidos 598, o saldo é de 110 empregos, o que corresponde a uma variação de 0,79%. Em agosto, o saldo positivo foi de 175 empregos, com 850 trabalhadores contratados e 675 demitidos (variação de 1,27%).
Em primeiro lugar na movimentação de empregos, permaneceu o setor da construção civil, sendo o que mais contratou (199 admissões), mas também foi o que mais demitiu (118 desligamentos). No entanto, se obteve um saldo positivo de 81 admissões (4,37%).
Diferentemente do que havia ocorrido em agosto, quando o comércio apresentou um saldo negativo na geração de empregos (-18), com 123 pessoas admitidas e 141 demitidas (-0,55%), em setembro o comércio ficou em segundo lugar nas contratações. O crescimento foi de 1,41%, com 157 admissões e 111 desligamentos; o saldo foi de 46 postos gerados, resultado das contratações para o período do Natal, já iniciadas.
O setor de serviços apresentou um saldo positivo de 42 empregos, pois 130 pessoas foram contratadas e 88 ficaram desempregadas (1,25%). A administração pública obteve um crescimento de 0,89%, com 26 admitidos e houve 20 demissões. Isso representa um saldo positivo de 6 contratações. A indústria de transformação apresentou um saldo positivo de 6 empregos. Foram 148 admissões e 142 demissões (variação de 0,15%).
A agropecuária continuou com saldo negativo (-69), com 45 pessoas admitidas, porém, 114 sofreram com as demissões (- 7,82%). Em agosto, o setor teve 42 admissões e 104 desligamentos, ou seja, menos 62 postos de trabalho (-6,58%). Outro setor que apresentou um déficit em setembro foi a indústria extrativa mineral, com saldo -2, pois 3 pessoas foram contratadas, mas houve 5 desligamentos (- 3,92%). Em agosto, a área de extrativa mineral apresentou um crescimento de 4,08%, com 4 contratações e 2 demissões (saldo de 2 postos gerados).
No período de janeiro a setembro deste ano, a evolução do emprego de todas as áreas em Formiga teve saldo de 733 postos de trabalho (5,53%). Foram 6.580 admissões contra 5.847 desligamentos.
Com esses números de setembro, a geração de empregos em Formiga recuperou o saldo negativo até então registrado no período de 12 meses. Até agosto, houve uma pequena queda na variação de empregos no município: foram 8.521 contratações, 8.524 demissões, saldo de -3 (-0,02%). No mês passado, o saldo foi de 350 empregos gerados (2,62%), foram 8.466 contratações e 8.116 demissões.

COMPATILHAR: