Um hacker invadiu o email pessoal da presidente Dilma Rousseff durante a corrida eleitoral de 2010 e copiou as mensagens que ela recebeu durante a campanha para vendê-los a políticos de partidos da oposição, especialmente o DEM e o PSDB.
De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o rapaz, que se apresentou como Douglas, não obteve sucesso no comércio dos emails de Dilma.
O hacker, que não se identificou, teria informado ao jornal apenas seu primeiro nome, falou que mora em Taguatinga (DF), a 20 km de Brasília e tem 21 anos.
Nas últimas semanas, vários sites do governo têm sido atacados por hackers. De acordo com balanço divulgado pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) nessa terça-feira (28), vinte portais do governo e 200 sites municipais sofreram ataques. O grupo de hackers LulzSecBrazil, assumiu os ataques. De acordo com a reportagem, ?Douglas? disse que não faz parte do grupo.

COMPATILHAR: