Sofrer de pedra nos rins é bastante comum. Cerca de uma em cada 200 pessoas no mundo desenvolvem a doença, sendo que os homens têm duas chances a mais do que as mulheres de apresentarem o problema. Além disso, a faixa de pico de incidência dos cálculos é dos 20 aos 40 anos.
Das pessoas com cálculos renais, aproximadamente 80% eliminam a pedra espontaneamente, junto com a urina. Já os 20% restantes deverão passar por tratamento médico, feito à base de laser ou aparelho que emite ondas e fragmenta as pedras.
Os cálculos renais aparecem quando sais minerais que não são expelidos na urina se juntam formando cristais. As pedras começam pequenas e vão crescendo, em formatos e velocidades diferentes, dependendo da concentração das diferentes substâncias químicas presentes na urina.
Por causarem muita dor, os cálculos renais são temidos. Ao primeiro sinal, é importante procurar um médico.

Comentários