Tornar-se avó é um fato significativo na vida de uma mulher, que por sua vez assumem uma posição importante na vida dos netos. Muitas hoje em dia, deixam de ser simplesmente avós para assumir papéis de pais diante de seus netos.
Para quem teve e tem o prazer de ter essas pessoas tão queridas e importantes ao longo da vida, sabe que essa comemoração vai muito além de uma data. A avó é uma pessoa pra lá de especial, transmite no olhar, no gesto, o grande amor que tem pelos netos, afinal elas são consideradas mãe duas vezes e muitas vezes estão ao lado e mesmo à frente da educação de seus netos, com sua sabedoria, experiência e com certeza um sentimento maravilhoso de estar vivenciando os frutos de seu fruto, ou seja, a continuidade das gerações.
O papel simbólico desempenhado pelas avós é muito importante para a criança, principalmente quando costumam fazer parte das nossas vidas, geralmente trazem boas lembranças da infância, na vida adulta. Quem é que não tem na memória, aquele bolinho de chuva, o arroz doce, o cuzcuz com ovo, ou o leitinho quente na cama? Ao contrário do que se pode pensar, as avós fazem muito mais do que mimar os netos, em muitos casos elas são o suporte afetivo, quando os pais precisam trabalhar e deixá-los sob os cuidados dessas valorosas pessoas.
A maioria das pessoas têm duas avós, uma materna e outra paterna e são pessoas ligadas a nós por meio de laços consanguíneos, mas também não podemos esquecer daquelas avós de consideração, que não tem parentesco algum, mas que transmitem um imenso carinho e nos oferecem todo amor como se fossemos verdadeiramente seus netos.
História da data
De acordo com sites da internet, conta a história que Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança.
Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria.
Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos.
Devido a sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos.
Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida, para ser Mãe de seu Filho. São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avós.
Celebrar o Dia dos avós significa celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida, não apenas nos livros, nem nas escolas, mas no convívio com as pessoas e com a própria natureza.

Comentários
COMPATILHAR: