O homem morto a tiros durante um culto evangélico seria irmão do próprio autor do crime cometido na noite de domingo (10), em São Sebastião do Paraíso.

De acordo com a Polícia Civil, um dos suspeitos presos nesta segunda-feira (11), em Teófilo Ottoni (MG), confessou a autoria dos disparos e também revelou ser irmão da vítima, Kauê Alves dos Santos, de 26 anos.

O suspeito foi preso durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal na BR-116, a cerca de 837 km de distância de São Sebastião do Paraíso. Ao todo, a PRF prendeu quatro pessoas que estavam no carro com placas do Ceará: três homens, de 41, 35 e 30 anos, e uma mulher de 41 anos.

Ainda de acordo com a PM, durante a abordagem os policiais apreenderam dinheiro, 60 munições e uma arma, que pode ter sido utilizada no crime. Um dos suspeitos preso, conforme a polícia, se apresentou como irmão de Kauê.

“Um dos ocupantes assumiu a autoria do crime. Segundo ele, ele saiu do estado do Ceará para ir até o Sul de Minas para executar essa pessoa, porque, ainda segundo ele, essa vítima em meados de março desse ano havia matado o primo dele juntamente com o tio”, pontuou o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Elismar Pereira dos Santos.

“Ele estaria aqui com um irmão de criação dele, a esposa desse irmão e quatro filhos desse casal. Eles teriam cerca de três meses se mudado para São Sebastião do Paraíso, onde estavam, segundo eles, tentando a vida na cidade”, completou o delegado da Polícia Civil, Tiago Bordini.

Relação com outros crimes

O jovem de 26 anos morto durante o culto na igreja era tio do menino de sete anos que foi baleado na cabeça, no mês passado, também em São Sebastião do Paraíso. Na época, a família contou aos bombeiros que a arma escondida na casa foi encontrada por quatro crianças quando disparo aconteceu.

A Polícia Civil não descarta a relação do assassinato na igreja com o disparo na criança, já que todos os envolvidos são da mesma família.

“Pode ter sido um acerto de contas, pode ter sido uma vingança. Podem ter sido diversas outras motivações, isso que estamos trabalhando para apurar”, falou o delegado.

“Essas informações ainda estão sendo checadas, tanto a relação desse homicídio com o disparo na cabeça até então acidental na criança, bem como um duplo homicídio praticado em outro estado [do Nordeste], que seria uma vingança anteriormente praticado por lá. Todas essas informações estão sendo checadas”, completou.

Disparos na igreja

Um homem foi morto a tiros durante um culto evangélico na noite de domingo em São Sebastião do Paraíso. Segundo a Polícia Militar, a vítima participava do culto em uma igreja localizada no bairro João XXIII, quando o suspeito invadiu o local e fez os disparos.

O homem foi atingido com três tiros na cabeça. Após atirar contra a vítima, o suspeito saiu da igreja e entrou em um carro que estava estacionado perto do local junto com outros indivíduos.

A Polícia Militar iniciou a operação para localizar os suspeitos. Após compartilhamento de informações entre os órgãos de segurança pública, a Polícia Rodoviária Federal abordou um veículo suspeito na BR-116, em Teófilo Otoni.

No veículo, que tinha placas do Ceará, estavam três homens, de 41, 35 e 30 anos, e uma mulher de 41 anos. Ainda de acordo com a PM, durante a abordagem os policiais apreenderam uma arma, que pode ter sido utilizada no crime. Os suspeitos foram presos e encaminhados para a delegacia de Teófilo Otoni.

A vítima foi identificada como Kauê Alves dos Santos. Ele morreu no local. O corpo dele foi removido para a funerária e depois seria encaminhado para o IML. A vítima é natural do estado do Tocantins.

O corpo de Kauê já passou pela necropsia e, caso ninguém da família procure o IML, será sepultado como indigente.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: