Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (23) aponta empate entre Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) no segundo turno. Ambas somam 41%, após a candidata do PT subir um ponto e a do PSB perder dois. As oscilações se deram dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
No primeiro turno, Dilma tem 38%, Marina soma 29% e Aécio Neves (PSDB) registra 19%. Pastor Everaldo somou 1% e os outros candidatos, juntos, alcançam 2%. Brancos e nulos são 7% e indecisos somam 5%.
Em relação ao levantamento anterior, Dilma subiu dois pontos, Marina caiu um e Aécio se manteve estável. Com isso, a distância entre a presidente e a candidata do PSB saltou de seis para nove pontos e a distância de Marina para o tucano foi reduzida para dez.
Em relação ao segundo turno, foram também testados os cenários entre Dima e Aécio e entre Marina e Aécio. No primeiro caso, a presidente vence o tucano por 46% a 35%, enquanto 13% votam em branco ou nulo e 7% não sabem ou não responderam. Na disputa entre Marina e Aécio Neves, a candidata do PSB vence por 44% a 31%, com 16% de brancos e nulos e 9% de indecisos.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-00755/2014. O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre os dias 20 e 22 de setembro.

Rejeição
O Ibope também mediu a rejeição dos candidatos. Dilma viu seu índice oscilar um ponto para baixo. Agora, 31% dizem não votar nela em nenhuma hipótese. Aécio Neves tem 19% de rejeição, mesmo índice da pesquisa anterior. Marina Silva soma 17% no quesito. Antes, eram 14%. O novo índice é igual ao de Pastor Everaldo (PSC). Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC) e Luciana Genro (PSOL) registram 12% de rejeição. Mauro Iasi soma 11%, Rui Costa Pimenta tem 10% e Eduardo Jorge acumula 9% de rejeição.

Comentários