A polícia indonésia anunciou nesta sexta-feira (19) a retirada à força de cerca de 116.000 habitantes das imediações do vulcão monte Kelut, que está a ponto de entrar em erupção na ilha de Java.
No entanto, muitos desafiaram a proibição e retornaram para suas casas para evitar os saques. A polícia ameaçou alguns moradores para executar a retirada. No entanto, de acordo com o oficial Tjuk Basuki não foi necessário recorrer à força.
O alerta em torno do Mont Kelud foi elevado ao nível máximo na última terça-feira e todas as pessoas que moram em um raio de 10 km foram incentivadas a deixar suas casas.

Vulcão mortífero

A última erupção do monte Kelud (de 1.731 metros de altura) aconteceu em 1990. Nela morreram 34 pessoas.
O vulcão, uma grande atração turística da região, provocou mais de 15 mil mortes desde o ano 1500, 10 mil delas em uma erupção em 1568. Em 1919, outra erupção matou 5.160 pessoas.

Comentários