Pela Internet, o candidato pode encontrar várias opções para desenvolver uma campanha. Na rede estão disponíveis desde kit candidato até discursos políticos. É só escolher a mercadoria, pagar e esperar pelo produto, que é entregue a domicílio e em poucos dias. Os estojos de campanha apresentam opções para candidatos novatos e veteranos, como pacotes para atuação na política e realização de campanha.
As mercadorias são as mais variadas possíveis, como slogans de campanha, santinhos, cartazes, discursos e até mesmo projetos de lei. Um kit completo de campanha com 13 produtos custa R$ 2.500. Por um discurso, em até cinco laudas, o candidato paga R$ 250. Quanto maior for o pronunciamento, maior é o preço cobrado. Até mesmo as formas de pagamento ficam de acordo com bolso do cliente (candidato). Ele pode depositar o dinheiro direto em conta ou usar o cartão de crédito.
O cientista político da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Dênis Rosenfield Melo, não vê com bons olhos a proliferação desse tipo de mercado. Segundo ele, trata-se de ?banalização? da política. ?Os candidatos a vereador recorrem a esses produtos por falta de propostas e pela ausência de vocação. Geralmente são pessoas despreparadas e sem amparo dentro dos partidos. Infelizmente, por causa da forte presença do marketing político, esses candidatos viraram um produto igual o que eles compram na internet?, analisou.

Comentários