Uma investigadora da Polícia Civil é suspeita de matar o cunhado, um homem de 57 anos, nesse domingo (26), em Sete Lagoas, na região Central.

As primeiras informações dão conta de que a mulher teria agido em legítima defesa. Ela foi conduzida a uma delegacia, autuada em flagrante, mas liberada.

Conforme nota da PC, o homem estaria ameaçando familiares com duas facas. A instituição informou que, conforme o que foi apurado até o momento, a policial “neutralizou o agressor que veio a falecer”.

Agentes da perícia e uma equipe de policiais foram ao local para identificar e coletar vestígios que subsidiarão a investigação. Foi constatado que o homem estava com as duas facas ao seu redor e próximo às mãos.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Posto Médico-Legal do município, onde foi submetido a exame de necropsia e, em seguida, liberado aos familiares. A investigação segue em andamento.

Fonte: Hoje em Dia

 

 

COMPATILHAR: