O chanceler italiano Franco Frattini informou nesta quinta-feira (08) que o país planeja entrar com uma ação contra o Brasil na Corte Internacional de Justiça. O assunto é a extradição do italiano Cesare Battisti, considerado terrorista em seu país de origem.
Acusado de dois assassinatos, Battisti fugiu da Itália na década de 1980 e conseguiu refígio no Brasil. Por decisão do Ministério da Justiça e do Supremo Tribunal Federal, o país negou a extradição de Battisti para que ele fosse julgado na Itália.
O ministro Frattini afirmou que o país deve iniciar a ação judicial até o fim de setembro. Ele disse ainda que o caso Battisti representa uma vergonha para o Brasil e espera conseguir o direito à extradição no fórum internacional. Atualmente, Battisti está livre no Brasil e já tem documentação para trabalhar no país.

Comentários
COMPATILHAR: