Um jovem de Capitólio, de 32 anos, faleceu em um acidente de trânsito na Argentina, na quinta-feira (23).

Henrique Barros estudava medicina no país e faleceu após a motocicleta que ele conduzia ser atingida por um ônibus em Buenos Aires. Segundo familiares, ao que tudo indica, o motorista do ônibus avançou o sinal vermelho e atingiu a moto de Henrique que perdeu o controle direcional e foi parar debaixo de outro carro, que estava estacionado. A vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

Dois irmãos de Henrique foram para a Argentina para tentar trazer o corpo do estudante para Capitólio, mas estão enfrentando dificuldades com a burocracia.

(Fotos: Arquivo pessoal/Caio Corá)

De acordo com Caio Corá, amigo que morava com Barros, até agora, o consulado passou poucas orientações. Ele e os irmãos da vítima vão ir ao consulado nesta segunda-feira (27), para tentar ajuda. Ainda de acordo com Corá, as dificuldades acontecem por se tratar de um crime de trânsito, que envolveu até a prisão do motorista do ônibus.

O Itamaraty informou que o consulado do Brasil em Buenos Aires recebeu o comunicado das autoridades argentinas sobre a morte de Barros no dia 23 de agosto. Disse ainda que o consulado está em contato com a família e tem prestado as orientações sobre procedimentos legais para liberação do corpo e repatriação.

Um dos irmãos do estudante de medicina, Eduardo Barros, que ficou no Brasil com a mãe dele afirmou que a família está totalmente abalada com a morte do caçula, que morava há cerca de cinco anos na Argentina. “Ele era cheio de vida. Minha mãe está arrasada”, lamentou Eduardo.

 

Fonte: Com informações do G1 ||

Comentários