Todo o esforço em meio a ensaios e preparação física da jovem bailarina Lara Nani de Souza Coutinho, de apenas 11 anos, valeram a pena. Ela é uma das mais novas alunas do Teatro Ballet Bolshoi Brasil, uma das escolas de dança mais conceituadas do mundo.

A seleção final ocorreu de sexta-feira a domingo (18 a 20) em Joinville/SC, cidade em que a escola está sediada.

Para chegar à seleção nacional, no mês de junho, Lara havia passado por uma seletiva realizada na cidade de São Carlos/SP, com o professor da companhia, Airat Khakimov, quando se apresentou com mais de 300 candidatos, fazendo parte do seleto grupo de aprovados.

Na etapa deste final de semana, cerca de 800 candidatos participaram do processo de seleção, sendo que durante as etapas para a escolha dos novos alunos, o índice de candidatos por vaga chegou a 116. Concorrentes de 19 estados brasileiros e Distrito Federal participaram do processo, com exames médicos, fisioterápicos, musical e artísticos.

Lara e o pai Sílvio, na sede da Escola Bolshoi

Após essa grande conquista, Lara, que é filha de Sílvio Coutinho e da formiguense Gisleide de Souza Conceição Coutinho, agora pensa nas férias em Formiga, junto à família materna.

Além de celebrar a vaga, o período de descanso será para que a bailarina aproveite a companhia dos parentes. Com o ritmo intenso de aulas, ela ainda não sabe quando poderá retornar à terra das Areias Brancas. “Lara está ansiosa pelas férias do final do ano. Formiga é um dos lugares que ela mais ama estar, pela cidade e pela família, por isso a importância desse tempo que ela passará na cidade”, contou orgulhoso, o pai de Lara.

Com a aprovação, Lara se mudará com a mãe para o sul do país. O pai dela permanecerá na capital mineira onde moram atualmente e onde ele trabalha como bancário. As aulas na Bolshoi coincidem com o calendário escolar regular e deverão começar no princípio de fevereiro de 2020. A intensão da dedicada bailarina é deixar a escola apenas em 2027, após os oito anos de curso previstos para a formação.

“Há dois meses já estávamos programando a mudança para Joinville, sempre na grande esperança de vê-la aprovada, Deu tudo certo graças a Deus e agora é continuar planejando se se organizando para essa nova etapa da Lara e da nossa família”, concluiu Sílvio,o grande incentivador da carreira artística da filha.

Lara e a dança

O interesse pela dança não foi espontâneo, veio após Lara insistir com os pais para treinar ginástica rítmica, modalidade descoberta por ela durante as exibições das Olimpíadas do Rio, em 2016.

A habilidade desenvolvida nos treinamentos, em poucos meses, a levou a ganhar prêmios e a chamar a atenção de uma escola de ballet, localizada no bairro Buritis, em Belo Horizonte, cidade onde mora com a família.

Com uma bolsa para treinar veio a paixão e muitos, muitos prêmios. Dentre eles, o conquistado título de bailarina do Conselho Brasileiro de Dança (CBDD) kids MG. Disputa vencida em junho deste ano, que teve como premiação o recebimento de bolsa para o Summer Miami City Ballet School. USA, onde a bailarina deverá passar 15 dias em julho de 2020.

A Escola Bolshoi

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil funciona desde 15 de março de 2000, na cidade catarinense de Joinville. É a única filial do famoso Teatro Bolshoi da Rússia. Proporciona a formação de artistas da dança, ensinando a técnica de balé segundo a metodologia Vaganova, dança contemporânea e disciplinas complementares, com alunos vindos de diferentes estados brasileiros e do exterior.

Os 47 aprovados na seletiva desse final de semana, sendo 41 crianças e seis adolescentes, serão bolsistas e ingressam no Curso de Dança Clássica, com duração de até oito anos. Além de ensino gratuito, oferecido pelos Amigos do Bolshoi, os bolsistas recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, assistência social, orientação pedagógica, assistência odontológica preventiva, atendimento fisioterápico, nutricional e assistência médica de emergência/urgência pré-hospitalar.

Comentários