No Dia de Combate à Infecção Hospitalar, que foi comemorado nesse domingo (15), funcionários de hospitais em Uberlândia explicaram na teoria e mostraram na prática os passos para lavar as mãos corretamente. Hábitos simples e que evitam muitas doenças.
Com água e sabão são 11 passos para lavar a mão do jeito certo. E se a higienização for com álcool em gel o procedimento deve ser mantido. Nada de anel e nem de esquecer de esfregar os pulsos e as pontas dos dedos.
E não é um cuidado exagerado. Em um ambiente hospitalar é o procedimento mais importante para se evitar uma infecção.
Mostrar a importância desse hábito aos familiares dos pacientes foi a maneira de um hospital em Uberlândia lembrar o Dia de Combate à Infecção Hospitalar.
A orientação é feita constantemente e não só com os visitantes. Todo hospital tem uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar que faz um trabalho de alerta com os funcionários.
Ainda mais que estimativas do Ministério da Saúde mostram que, em média, apenas 40% dos profissionais lavam as mãos com frequência.
E a médica do Serviço de Controle do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC/UFU), Astrídia Fontes, reforça que a comunidade também pode ajudar a fiscalizar.

Comentários
COMPATILHAR: