Dois anos após trocar o PT pelo PV, a ex-senadora Marina Silva deve anunciar nesta terça-feira (28) sua saída do Partido Verde. Desgastada pelas divergências com a executiva nacional do PV, a ex-presidenciável deve formalizar sua decisão em São Paulo, após reunião com o Movimento Marina Silva, grupo apartidário que atuou na campanha presidencial da ex-senadora no ano passado.
Os aliados da ex-senadora devem retomar o Movimento Brasil Sustentável, de onde pretendem fazer a articulação política para 2014. O objetivo não é fundar um partido para disputar as eleições em 2012 – uma vez que não há tempo hábil para disputar a eleição municipal do próximo ano –, mas fazer com que o movimento tenha potencial para se tornar um novo partido para 2014.

Comentários