Um lápis que queria percorrer o mundo e escolheu a cidade de Formiga para viver. Essa é a história da mascote da Biblioteca Pública Municipal Doutor Sócrates Bezerra de Menezes, nomeada de Beto. Ele foi apresentado ao público durante a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, que é comemorado sempre nos dias 23 a 29 de outubro, um decreto instituído em 9 de abril de 1980.
A criançada que visita o espaço se encanta com a nova atração, que tem um aspecto amigável e convidativo. O boneco foi montado em tamanho real e a vestimenta é usada por uma pessoa fantasiada durante eventos literários realizados pela direção da biblioteca. Tudo para chamar a atenção da meninada. ?As crianças adoram o Beto, querem conversar com ele?, disse a coordenadora da biblioteca municipal, Zoé Selma da Silva Rodrigues.
A história da mascote foi criada por Antônio Marcos da Silva, funcionário público e parceiro da biblioteca. O artista faz desenhos, pinturas e demais atividades artesanais e culturais. Além disso, ele desenvolve um trabalho teatral, exercendo a função de contador de histórias em eventos literários. ?A leitura transforma a pessoa?, disse Antônio Marcos.
O ambiente lúdico não para por aí. Uma cartilha sobre a história do Beto, com gravuras e com brincadeiras pedagógicas, já está pronta e existe a intenção de publicar o trabalho no próximo ano, explicou Zoé da Silva Rodrigues. O material será distribuído gratuitamente para os estudantes que visitarem a biblioteca.
A criação da mascote e da cartilha é uma forma de interagir com as crianças e levá-las para a biblioteca, para que elas adquiram o hábito de frequentar o espaço e se tornem sócio-leitoras, além de ser um incentivo à leitura.

COMPATILHAR: