Um médico do Centro de Saúde do bairro Planalto, em Divinópolis, foi afastado das atividades após testar positivo para a Covid-19, segundo o secretário de Saúde, Amarildo Souza. Outros três profissionais também foram afastados das atividades por suspeita de coronavírus.

De acordo com o portal G1, a informação foi confirmada nesta terça-feira (14) pelo titular da pasta. Por conta disso, alguns atendimentos foram suspensos na unidade.

Segundo a Prefeitura, os profissionais tiveram as identidades preservadas e estão em monitoramento. Eles irão cumprir quarentena até passar o período de contágio, que são 14 dias. O médico que teve o resultado positivo para coronavírus não está hospitalizado, ele está em casa, em quarentena. Os demais servidores fizeram os exames para a doença, no entanto, ainda não há resultado.

Com o afastamento, os atendimentos aos pacientes que são acompanhados pelo médico estão suspensos. Contudo, a unidade segue atendendo normalmente com outros profissionais, segundo o secretário de Saúde Amarildo Souza.

Segundo Amarildo, a partir desta semana as 40 unidades de saúde da cidade serão higienizadas. O secretário disse que a Prefeitura comprou uma máquina, com custo de R$ 12 mil, que vai economizar tempo e deslocamento na limpeza. “A máquina de hipoclorito limpa em cinco minutos o que as pessoas levam duas horas para fazer na unidade”, explicou.

Coronavírus

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), publicado nesta terça-feira (14), confirmou mais dez casos de coronavírus em Divinópolis. A cidade tem agora 30 casos positivos para a Covid-19. Ao todo, a região Centro-Oeste de Minas tem 63 casos confirmados.

Fonte: G1

Comentários