Redação Últimas Notícias 

Desde quando foi inaugurada, em fevereiro de 2014, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal Dr. Concéssio Batista da Costa recebeu 462 pacientes.

A unidade, assim como os outros setores da Santa Casa de Caridade de Formiga, atende toda a microrregião que inclui oito municípios: Córrego Fundo, Pimenta, Iguatama, Tapiraí, Medeiros, Bambuí, Córrego Danta e Pains.

De acordo com o livro de registro da UTI Neonatal, desde quando foi inaugurada a unidade atendeu 463 pacientes. Apenas neste ano foram atendidos 96 crianças; 108 em 2016, 173 pacientes em 2015 e 85 em 2014. Totalizando uma média de 11,2 pacientes atendidos por mês.

A UTI Neonatal está paralisada desde o dia 1º deste mês. Os pacientes que estavam internados na unidade foram transferidos para outros hospitais. Desde então não foram aceitos novos pacientes e as informações são de que não há previsão para a reabertura do setor.

O pediatra Concéssio Batista (Foto: Arquivo Últimas Notícias)

O Últimas Notícias entrevistou o médico pediatra Concéssio Batista, que dá nome à unidade. Ele declarou que “a unidade é crucial para toda a microrregião. Ela faz parte da Rede Cegonha do Ministério da Saúde e é um serviço essencial. Sem a UTI Neonatal não existirá maternidade de alto risco para atender a microrregião. Sem contar que o serviço oferecido na UTI é do mesmo nível de cidades como Belo Horizonte e Ribeirão Preto. A equipe médica é formada por profissionais de alto nível e que desenvolvem um excelente serviço. Uma equipe coesa e exemplar que precisa, pelo bem da população ser mantida. Estão dizendo que a UTI Neonatal dá prejuízos para o hospital, mas nenhum setor dá lucro. Em quase quatro anos foram atendidos 463 pacientes. Sou a favor da manutenção da unidade”, disse o médico.

Comentários