Ministério da Integração reconhece situação de emergência em Minas

MG conta com o maior número de municípios afetados. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (8) no Diário Oficial da União.

COMPATILHAR:

MG conta com o maior número de municípios afetados. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (8) no Diário Oficial da União.

A escassez de chuvas no país levou o Ministério da Integração Nacional a reconhecer situação de emergência em Minas Gerais e mais três estados, Espiríto Santo, Bahia e Sergipe. O decreto autoriza os municípios a solicitar verbas da União para ações de assistência e socorro nos locais afetados.
O estado com maior número de municípios afetados é Minas Gerais, com seis cidades atingidas: Capelinha, Divisa Alegre, Lagoa dos Patos, Salinas, Itinga e Janaúba. No Espírito Santo, duas cidades foram atingidas pela estiagem: São Gabriel da Palha e Governador Lindenderg. Em Sergipe, a seca afeta o município de Poço Redondo, no sertão do Estado. Na Bahia, a estiagem em Crisópolis justificou o reconhecimento da situação de emergência.
O decreto foi publicado nesta sexta-feira (8) no Diário Oficial da União e também contempla municípios de dois estados que enfrentam problemas pelo excesso de chuvas. Na Bahia, Candeias enfrenta deslizamentos e Santo Amaro, inundações. Já no Sul do país, em São João Batista, Santa Catarina, o reconhecimento da situação de emergência se deu por motivo de enxurradas.

COMPATILHAR:

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Ministério da Integração reconhece situação de emergência em Minas

MG conta com o maior número de municípios afetados. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (8) no Diário Oficial da União.

COMPATILHAR:

MG conta com o maior número de municípios afetados. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (8) no Diário Oficial da União.

A escassez de chuvas no país levou o Ministério da Integração Nacional a reconhecer situação de emergência em Minas Gerais e mais três estados, Espiríto Santo, Bahia e Sergipe. O decreto autoriza os municípios a solicitar verbas da União para ações de assistência e socorro nos locais afetados.

O estado com maior número de municípios afetados é Minas Gerais, com seis cidades atingidas: Capelinha, Divisa Alegre, Lagoa dos Patos, Salinas, Itinga e Janaúba. No Espírito Santo, duas cidades foram atingidas pela estiagem: São Gabriel da Palha e Governador Lindenderg. Em Sergipe, a seca afeta o município de Poço Redondo, no sertão do Estado. Na Bahia, a estiagem em Crisópolis justificou o reconhecimento da situação de emergência.

O decreto foi publicado nesta sexta-feira (8) no Diário Oficial da União e também contempla municípios de dois estados que enfrentam problemas pelo excesso de chuvas. Na Bahia, Candeias enfrenta deslizamentos e Santo Amaro, inundações. Já no Sul do país, em São João Batista, Santa Catarina, o reconhecimento da situação de emergência se deu por motivo de enxurradas.

 

Redação do Jornal Nova Imprensa Hoje em Dia

COMPATILHAR:

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.