A divulgação da inflação mês a mês (IPCA acumulado em 12 meses) a partir de janeiro de 2015 já demonstra que Paulo Guedes é pior do que o ex-ministro Mantega, pois em novembro último presenteou-nos com uma inflação de 10,74%, após uma escalada assustadora a partir de maio de 2020. Mantega teve seu pior momento em janeiro de 2016, com inflação de 10,71%. A sorte do Brasil é que entre essas duas equipes incompetentes houve Henrique Meirelles que estabilizou a Economia do país. Meirelles já havia salvado o governo de Lula antes.

PG recebeu carta branca para privatizar estatais, promover reformas necessárias no Estado e na política, estimular a competição para baixar preços, especialmente do diesel, e melhorar a eficiência. Ainda criaria milhões de postos de trabalho. Em seu discurso delirante, Bolsonaro levaria água ao Nordeste com a tecnologia dos dessalinizadores israelenses.

Rapidamente o Brasil percebeu que fora enganado, o presidente não era o militar típico que lê muitos livros militares e dos problemas brasileiros, e o que o presidente leu, certamente não entendeu! Da mesma forma, seu ministro, que alega ter lido Keynes no original, também parece não ter aprendido nada de política de estado. Todos os seus projetos naufragaram no lançamento. O que ambos se mostram competentes é em dar desculpas e achar culpados.

Algumas mudanças que esse governo estulto promoveu são completamente inúteis, mas que causaram um dano gigantesco, como a mudança dos endereços de internet. Antes, cada ministério seguia a lógica internacional, por exemplo, economia.gov.br ou saúde.gov.br. Mas estas “iminências trágicas” mudaram para gov.br/economia e gov.br/saude, sem manter as subestruturas e, o pior, sem atualizar as milhares de instruções para operacionalizar os serviços prestados pelo Estado Brasileiro. Incompetência das incompetências!

Tive o azar de precisar de serviços online da Previdência e da Receita Federal. Inacreditável a estupidez dos sites dessas instituições. Deveriam perguntar ao INPE como resolver. Fico imaginando quantos milhões de reais serão gastos para deixar tudo operacional…

Na Previdência, tive que reclamar na Ouvidoria para ter orientações que resolvessem meu problema, aliás, que era muito simples, apenas contar o tempo de serviço que tenho ali. Na Receita Federal, a situação é dantesca: sistema de senhas complicado, orientações confusas, procedimentos e sistema ineficientes (uma dificuldade mefítica para incluir um pdf em um processo) e utilizam um linguajar extremamente técnico incompreensível mesmo para uma pessoa como eu, que faço a Licitação do INPE há uns quinze anos.

Quanto ao “know how” israelense e os empregos para os brasileiros, em 28 de maio de 2019, escrevi ao presidente sugerindo que procurasse os cientistas brasileiros para explicarem o problema da seca no Nordeste e, uma vez que a melhor solução é utilização de cisternas, que criasse frentes de trabalho para fabricar milhões delas, a começar por lá e pelo resto do Brasil também. Bolsonaro é limitado, mas alicia muitos congressistas para sua pauta despatriota.

Comentários