Um motociclista de 23 anos morreu após ser atingido por linha chilena enquanto trafegava pela MG-010, no bairro Jardim da Glória, em Vespasiano, na região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (23).

De acordo com a Polícia Militar (PMMG), a vítima seguia de moto pela rodovia quando foi atingida pela linha, sofrendo um corte profundo no pescoço. O Samu chegou a ser chamado, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser socorrido.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de BH e a moto foi apreendida, pois estava com a documentação vencida.

Conforme a Lei 23.51, a venda de linhas cortantes no estado são proibidas desde 2019. A multa para quem vender linhas com cerol ou chilena será de R$ 3.590.

Em caso de reincidência, o valor poderá ser aumentado em até 50 vezes, passando de R$ 179 mil.

Além disso, segundo a Polícia Civil, o Código Penal qualifica o uso de linhas cortantes como crime passível de prisão. A morte do motociclista será investigada pela Polícia Civil.

 

Fonte: Hoje em Dia

COMPATILHAR: