Na noite de quarta-feira (15), vários músicos formiguenses e o vereador Marcelo Fernandes participaram de uma reunião.

O encontro ocorreu no plenário da Câmara Municipal, e o intuito foi explicar aos artistas como funcionará o projeto “Prata da Casa”, de autoria do vereador.

O projeto foi aprovado pelo Legislativo no dia 15 de abril. Poucos dias depois, o prefeito Eugênio Vilela sancionou o projeto, que passou a vigorar em Formiga.

Com isso, ficou estabelecida a obrigatoriedade de disponibilização de oportunidade para a apresentação de grupos, bandas, cantores ou instrumentistas formiguenses na abertura de eventos musicais realizados com financiamento público municipal.

Marcelo e o chefe de Gabinete, Alex Arouca, explicaram as regras do “Prata da Casa” e orientaram os músicos sobre como deve ser feito o cadastro junto à Prefeitura e qual a documentação necessária para ser contemplado com o projeto.

De acordo com o vereador, o objetivo é “promover e estimular os valores vinculados à arte musical, reconhecendo a importância do músico local e dando espaço para que este se apresente em sua própria cidade, para seu povo”.

Os músicos presentes destacaram que, a partir de agora, terão oportunidade para terem os trabalhos reconhecidos, além de incentivar a produção musical e o fomento à cultura.

“Formiga é um celeiro de grandes e talentosos músicos. No entanto, é preciso que eles tenham oportunidade de se apresentar ao grande público e divulgar seu trabalho. O ‘Prata da Casa’ contempla isso e pode ser um ‘trampolim’ para que o talento desses músicos também seja reconhecido em todo o estado e país afora”, explicou Marcelo.

 

Comentários
COMPATILHAR: