A Cemig, conforme divulgado há duas semanas pelo portal, se negou a informar aos legítimos fiscais do município (os vereadores), os valores do recolhimento da CIP, relativos ao exercício de 2015.

A Prefeitura Municipal, em correspondência assinada pelo então secretário de Fazenda, Antônio Carlos Alvarenga, informou ao presidente do Legislativo que no corrente ano, a arrecadação atingiu a cifra de R$1.567.000,00 e mais ainda, que naquela data, 21 de agosto, não existia nenhum saldo em caixa, decorrente da respectiva arrecadação.

Ora, se o valor arrecadado, ao que parece até julho deste ano, ultrapassou a cifra de R$1,5 milhão, se não há saldo na conta e sabidamente a cidade está às escuras, como é que se explica que o 0800.090.0300, até hoje quando acionado, informa que a cidade de Formiga não é por eles atendida?

Pergunta-se: assim sendo, a quem devemos recorrer? Até quando continuaremos pagando, e caro, por um serviço que não nos é prestado há mais de ano? Em que foi aplicado o R$1,5 milhão?

De concreto mesmo só as abusivas cobranças e muitas reclamações. A foto acima mostra que se até no entorno do prédio principal da Prefeitura, normalmente considerada área de segurança, a escuridão se prolonga por mais de 150 dias, imaginem o que ocorre no restante da cidade. Estranhamente, a cobrança em cima dos contribuintes tem sido feita regularmente muito embora o serviço que deveria ser prestado pela municipalidade, comprovadamente não existe. É uma vergonha!

 

 

Comentários