Dados divulgados nesta terça-feira (19) pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) mostram que o número de sequestros e cárceres privados cresceram em 30% em Belo Horizonte.
Registros do órgão mostram que em 2011, o número de casos foi 78, passando para 101, no ano passado.
Ainda de acordo com a Seds, a maioria dos casos ocorre com vítimas escolhidas de forma aleatória, porém para a realização da ação criminosa, os bandidos podem chegar até a estudar a rotina das vítimas.
A Polícia Militar adverte a população para evitar a rotina principalmente em horários de chegadas e saídas do trabalho e de casa. Além de manter a atenção em locais como agências bancárias.

Comentários
COMPATILHAR: