O policiamento de meio ambiente da Polícia Militar de Minas Gerais, após o recebimento de diversas denúncias, relatando crime de maus tratos a animais (cães) em Formiga, na última semana, desencadeou uma operação, juntamente com equipe medico-veterinária do Codevida e Corpo de Bombeiros.

De acordo com a Polícia de Meio Ambiente, foi apurado que em uma das ocorrências, no registrada bairro Sagrado Coração de Jesus, uma mulher, já acostumada a praticar maus-tratos a animais domésticos e perturbação de tranquilidade, havia alugado um novo endereço, retomando a prática de acumuladora de cães, reincidindo nas ocorrências de maus-tratos aos animais domésticos.

Os militares foram recebidos pela testemunha, moradora das proximidades, relatando que há alguns meses, a tal mulher havia alugado um imóvel de diversos pavimentos, que fica em frente ao Tiro de Guerra, e colocando diversos cães no local, mantendo eles trancados, sem alimentação e água. Esses recursos eram realizados por vizinhos e que o fato estaria causando muita perturbação aos moradores da região.

Na ocasião, os animais foram recolhidos por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Formiga e encaminhados ao Codevida, para tratamento e recuperação.

Também foram lavrados autos de infração administrativos em desfavor da autora, bem como ela não foi presa em flagrante, pois não foi localizada durante os trabalhos.

No segundo atendimento, que se deu na zona rural de Morro Cavado, após denúncia de maus tratos a nove cães, a equipe PM de Meio Ambiente juntamente com a equipe do Codevida, compareceu no terreno do denunciado. No local, os policiais confirmaram o fato.

O proprietário foi encontrado no local, pessoa idosa, que mora em uma residência de dois cômodos. Ele explicou que adota os animais que aparecem na propriedade, contudo, por dificuldades financeiras não pode providenciar o devido tratamento aos animais, tendo ainda duas fêmeas paridas entre os animais.

Diante das dificuldades observadas, a equipe do Codevida se prontificou a acompanhar os animais, bem como alguns parentes que moram em Formiga se dispuseram a ajudar no trato dos animais.

No terceiro atendimento, ocorrido no bairro Areias Brancas, referente a denúncia do crime dos maus tratos a animais referente a um cão da raça American Pit Bull Terrier.

No local, a equipe da PM de Meio Ambiente compareceu, juntamente com a veterinária responsável pelo Codevida, e se deparou com o referido animal que estava bastante magro e apático, com lesões e descamações na região do focinho e do olho direito e com unhas exacerbadamente grandes e ainda apresentando sinais de leishmaniose canina, conforme apurado pela médica veterinária responsável.

Como o proprietário não procurou tratamento veterinário para o animal, este foi autuado administrativamente bem como, foi orientado a encaminhar o cão para tratamento veterinário devendo então apresentar comprovante de tratamento a veterinária do Codevida, que acompanhará o caso.

A Polícia de Meio Ambiente conta com o apoio da população com intuito de identificar responsáveis por crimes ambientais nos municípios da região, repassando as informações para o 2º Pelotão PM de Meio Ambiente, ou por meio do Disque Denúncia 181. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (37) 3322- 1454.

Fonte: Polícia Militar de Meio Ambiente

Comentários
COMPATILHAR: