Na hora da fome, eles são a primeira opção que vem a mente de muitos brasileiros. Apontados como vilões pelos pais, os fast food´s vem ganhando cada vez mais espaço nos hábitos alimentares contemporaneos, principalmente dos adolescentes. Mas novas opções de alimentação saudável surgem para fazer frente à essas redes de lanchonetes.
Essa nova tendência muito se deve ao comportamento de jovens adultos, que se preocupam cada vez mais com o que consomem. E é buscando traçar esse perfil que pesquisas, como a da Associação Brasileira de Franchinsing (ABF), foram elaboradas.
Segundo os dados, os consumidores estão atentos as informações sobre alimentação saudável, principalmente nesse tipo de rede. Ao todo, dos 342 entrevistados da amostra, 61% afirmaram que tem essa preocupação. Se forem agrupados por faixa etária, os que mais buscam dados sobre uma alimentação saudável são os jovens adultos, no qual 64% dos entrevistados se encaixam no perfil. Adultos (61%), idosos (57%) e adolescentes vem logo em seguida.
Essa preocupação, infelizmente, não se reflete no consumo de alimentos orgânicos. Apenas 31% dos entrevistados admitiram o consumo. Entre os grupos, somente os idosos apresentam dados satisfatórios – 64% mostraram preocupação com esse tipo de alimentação -, enquanto somente 15% dos adolescentes assumiram consumir produtos orgânicos.

Comentários
COMPATILHAR: