emoção
A Disney confia no patrimônio representado por seus filmes clássicos. Por causa disso, sempre que pensa em alguma comemoração especial, dá início a ela com muita antecedência. É o que vai ocorrer com os 70 anos de uma das obras-primas produzidas por Walt Disney, Pinóquio. O aniversário é só em 2010 ? 7 de fevereiro, nos Estados Unidos; 26 de fevereiro, no Brasil. Mas o grande presente ao público chega às lojas nos próximos dias: o relançamento em DVD (dia 8) e Blu-ray (dia 30).
Entre os anos 1930 e 1940, a Disney estava na vanguarda do cinema de animação ? posição ocupada, atualmente, por uma de suas empresas-irmãs, a Pixar. Não ocupava essa posição apenas porque Walt Disney era fascinado por tecnologia de ponta, mas, principalmente, pela investigação linguística: o que interessava era como a tecnologia poderia ser usada de formas expressivas para criar novas estratégias de comunicação com o público. Pinóquio foi um dos desenhos animados que mais buscaram esse objetivo.
A maneira como lida com a cor, por exemplo, é impressionante. Do ponto de vista tecnológico, Disney convenceu, na época, a Technicolor a aperfeiçoar sua película, o que permitiu a Pinóquio mais nuances cromáticas que qualquer filme de seu tempo. Insatisfeito com isso, o produtor investigou novas formas de associação entre o filme Technicolor e a câmera multiplana, que dava às imagens a capacidade de produzir sensação de profundidade. O resultado é uma obra em que o jogo entre cores e luzes de cada sequência lhe dá clima e temperamento específicos, como se a própria textura das imagens comentasse a ação das personagens e os sentimentos dos espectadores.
Não é a primeira vez que Pinóquio é restaurado. No início dos anos 1990, os acetatos originais foram recuperados um a um, para que fossem eliminados todos os riscos que o tempo impusera a eles. Dessa vez, contudo, a Disney diz que excedeu seus próprios limites: as antigas imagens estão agora registradas em alta definição. O preciosismo chega ao cúmulo de restaurar o logo da antiga RKO, que distribuiu o filme há 70 anos. E entre os extras, os espectadores vão encontrar até mesmo um final alternativo.
TODAS AS NOTAS
? Pinóquio foi um pioneiro para a Academia de Hollywood: o primeiro desenho animado a bater filmes com atores na competição pelo Oscar. Na noite de 27 de fevereiro de 1941, venceu as estatuetas de música original e canção. Na época, a competição era bem mais acirrada que hoje: ao Oscar de melhor canção competiam nove filmes. Ao de música, 17, inclusive outros que passaram à história, como O grande ditador, de Charles Chaplin.
? When you wish upon a star, a canção de Pinóquio vencedora do Oscar, continua sendo até hoje uma das obras mais ouvidas em todo o mundo. De quebra, tornou-se uma espécie de assinatura musical para todos os empreendimentos da Disney, dos parques temáticos às emissoras de TV.

COMPATILHAR: