Com a crise financeira causada pela pandemia do novo coronavírus, muitas famílias perderam emprego, renda e viram até faltar comida dentro de casa. Pessoas que agora dependem da solidariedade. Diante dessa grave situação, os formiguenses têm sido caridosos e quem pode ajudar tem feito a sua parte.

Nos últimos meses, o Banco Municipal de Alimentos (BMA) registrou um aumento no número de pedidos de doações e tem conseguido atender a essa demanda, graças à ajuda de muitos parceiros e doadores. Em abril, houve um crescimento de 50% na captação de doações de alimentos. Com isso, houve um repasse de quase 32 toneladas de donativos à rede socioassistencial do município.

De acordo com o BMA, no mês passado, os alimentos foram entregues às seguintes entidades e equipamentos: Casa da Criança e do Adolescente, Asadef, Asilo São Francisco de Assis, Residência Inclusiva, Casa de Apoio em BH, Creas, Futebol Solidário, Associação Mão Amiga, Santa Casa, Capoeira Caminhos de Luanda, Casa Divina Misericórdia, Comunidade Terapêutica NARCC, Grupo de Ação Social Padre Clemente, Patronato São Luiz, Projeto Geladeira Solidária, Associação de Moradores do Alto da Praia, Centro Espírita Tio Afonsinho, Centro Espírita Baiano Vicente, Ação Solidária para os Caminhoneiros, Banco de Alimentos de Divinópolis, Mesa Brasil Sesc e famílias referenciadas nos Cras, onde foram repassadas mil cestas verdes, com frutas, verduras e legumes, mais biscoito, rosquinha, doce, feijão e maionese, além de 355 cestas básicas. Os alimentos foram captados em ações realizadas em conjunto a entidades e empresas parceiras e também em doações de produtores rurais e do Programa da Agricultura Familiar.

Segundo o coordenador do Banco de Alimentos, Anuar Teodoro Alves, o aumento das doações se deve à generosidade da população e também porque: “as associações estão compreendendo como é realizado o trabalho de acompanhamento do BMA junto aos equipamentos e entidades beneficiadas, sempre seguindo critérios técnicos na recepção, avaliação, separação e distribuição dos alimentos” disse Anuar.

“O trabalho desenvolvido pelo Banco Municipal de Alimentos vem cumprindo o Plano de Metas 2017-2020, com aumento da captação de doações e garantindo a Segurança Alimentar e Nutricional no município”, completou Anuar.

Fonte: Decom

Comentários
COMPATILHAR: