Nesta segunda-feira (13), o presidente do Legislativo formiguense, Reginaldo Henrique dos Santos (Dr. Regnaldo/PCdoB,) irá entrar com o pedido de abertura de uma CPI da Saúde. O presidente garante que já tem as assinaturas de sete dos dez vereadores. Apenas não assinaram Rosimeire Mendonça/PMDB, Mauro César de Sousa/PMDB e Gonçalo Faria/PSB. Entretanto, Mauro César e Gonçalo garantem que não foram procurados, mesmo assim alegam que não assinariam o documento para a Comissão Parlamentar de Inquérito.
Assim que tomou a decisão, Dr. Reginaldo disse que comunicou ao prefeito Aluísio Veloso/PT. O presidente alega que será investigada a gestão da saúde em Formiga. Serão três focos da CPI: os contratos que essa gestão está ou não fazendo e o porquê; a gestão de pessoal (recursos humanos) e a gestão de metas. A comissão já está composta com José Gilmar Furtado (Mazinho/DEM) presidente; Cid Corrêa/PR relator e Moacir Ribeiro/PMDB membro.
Em entrevista ao portal Últimas Notícias e ao jornal Nova Imprensa,o presidente da Câmara alegou que a meta da Secretaria de Saúde, conforme consta no Plano de Metas, é a ?ambulâncioterapia?, não tem como metas uma CTI em Formiga, CTI pediátrico, UTI Neonatal. ?A meta deles é ficar transportando pacientes pra fora, transportando pacientes pra fora… eles não têm articulação nenhuma com a Santa Casa que atende SUS. Eles estão há seis meses sem pagar a Santa Casa, os médicos estão sem receber há dois meses? , comenta. Dr. Reginaldo acredita que a atual secretária de Saúde, Luiza Flora, está colocando a saúde em Formiga em xeque e quem está sofrendo com isso é a população. Dr. Reginaldo comenta ainda que só estão buscando soluções depois de muita ?pressão? e que as coisas não podem ser dessa forma.
Procurada para falar sobre o assunto, Luiza Flora disse que ainda não tem uma opinião formada sobre essa proposta de CPI e apenas ressaltou que os problemas da gestão da saúde estão sendo sanados, como a questão do horário e atendimento dos médicos e os contratos com a Santa Casa.
O provedor da Santa Casa, Geraldo Couto, também foi contatado pela redação, e confirmou que já estão solucionando a questão dos convênios.
Questionado por nossa redação se seria mais uma CPI para acabar em pizza como algumas que foram feitas na cidade, Dr. Reginaldo garante que dessa vez a população pode esperar ações concretas da CPI, caso tenham que ser tomadas algumas medidas de acordo com os resultados obtidos.

Comentários