A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, confirmou, nesta quinta-feira (11) o primeiro caso de zika vírus em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, após avaliação de um laboratório particular em Belo Horizonte.

O primeiro caso é de um idoso de 68 anos, que está bem, informou a enfermeira Cibele Ferreira Guimarães. O mosquito transmissor do zika é o Aedes aegypti, o mesmo da dengue e da febre chikungunya.

Conforme a nota divulgada pela assessoria da Prefeitura, até o momento, três casos já foram notificados como suspeitos na cidade. O laboratório credenciado pelo Estado está entrando em contato com o laboratório particular para obter a amostra e posteriormente divulgar o resultado, informou Cibele Ferreira.

Para ampliar a cobertura do trabalho de combate ao mosquito, o Centro de Controle de Zoonoses uniu-se com as unidades do Programa Saúde da Família (PSF) em um trabalho em todos os bairros de Ituiutaba.

Ações conjuntas e de maior amplitude, como mutirão de limpeza, blitz educativa, panfletagem e caminhada também estão sendo realizados, tudo no intuito de conter o mosquito. A melhor forma de prevenção é evitar lixo acumulado e não deixar água parada como criadouro de mosquitos.

“Só conseguiremos ter sucesso na luta contra o Aedes se todos unirmos forças e fizermos a nossa parte. A Prefeitura faz a parte dela, com nosso trabalho, nossas visitas, mutirões e a população pode e deve dedicar 10 minutos de seu tempo durante a semana para caçar e eliminar os focos em suas residências”, disse o coordenador da Vigilância Ambiental em Saúde, Antônio Carlos.

 

Fonte: G1||

Comentários