O primeiro Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) do ano realizado em Divinópolis apontou que o índice de infestação na cidade é de 5,9%. O número é considerado alto risco para epidemia da dengue, conforme o parâmetro técnico do Ministério da Saúde que estabelece alto risco para índices acima de 4%.

Mais de 4,9 mil imóveis foram vistoriados pela equipe de Vigilância em Saúde entre os dias 7 e 11 de janeiro. Em quase 300 deles foram encontrados algum foco do mosquito transmissor da dengue.

 A região nordeste da cidade, onde estão localizados bairros como o Niterói, Manoel Valinhas e Danilo Passos, foi a que apresentou o maior risco de epidemia, com índice de 9,7%.

“Das seis regiões de Divinópolis apenas duas não estão em situação de risco que é a região Oeste, com índice de 3,9% e Sudoeste com 2,4%, mas mesmo assim é preocupante. A gente pede a colaboração dos moradores para que tire pelo menos dez minutos para limpar o quintal e eliminar possíveis criadouros do mosquito”, alertou o supervisor da região sudeste, Vanderlei José dos Reis.

 

 

 

Fonte: G1||

Comentários
COMPATILHAR: