A greve dos professores da rede estadual de ensino de Formiga completou nove dias nesta sexta-feira (22). A paralisação teve início na quinta-feira passada (14) após o governo de Minas atrasar o pagamento da primeira parcela do salário dos servidores.

Desde fevereiro de 2016, os servidores mineiros são pagos de forma escalonada. O governo alega que a medida é consequência de uma crise financeira enfrentada pelo Estado.

Neste mês, a situação se agravou e o governo estadual atrasou o pagamento da primeira escala, prevista para o dia 13. Com isso, os servidores com ganhos de até R$3 mil mensais que, até então eram pagos integralmente, receberam a notícia de que teriam o salário dividido em até quatro parcelas.

A primeira parcela foi creditada nessa quinta-feira (21) e a justificativa do governo é que dificuldades financeiras ocasionaram o não cumprimento do calendário inicial, divulgado no início do mês.

O pagamento não foi creditado para os professores aposentados, desta forma os profissionais manterão a greve. “A decisão dos/as trabalhadores/as em educação, definida na maior instância do Sindicato que é seu Congresso Estatutário, é a suspensão das atividades até que os servidores da educação recebam a primeira parcela dos salários, sem distinção de cargo, vínculo ou condição de ativo ou aposentado. O governo foi notificado desta decisão no dia 5 deste mês.

Como o governo ainda não efetuou o pagamento integral da primeira parcela para toda a categoria, esclarecemos que a suspensão das atividades, conforme decisão do Congresso, continua até que toda a categoria receba a primeira parcela integral do salário”, informou o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute/MG)

Paralisação

Na quinta-feira passada (14) os professores da Escola Estadual Dr. Abílio Machado (Polivalente) realizaram um ato em frente à instituição de ensino. Já na quarta-feira (20) os profissionais do município participaram de uma manifestação na praça da Liberdade em Belo Horizonte. O ato reuniu professores de diversos municípios do Estado.

Mesmo que a paralisação dos professores se encerre, as aulas retornarão apenas no dia 2 de julho devido à realização da etapa regional dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg) em Formiga. O evento esportivo ocorrerá na próxima semana, entre os dias 25 e 30 de junho.

Comentários