Na semana passada, a gestora de área e enfermeira Karla Emanuela Carriço da Mata ministrou uma palestra aos responsáveis pelos setores da Santa Casa, no Centro de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada (Cepec). O encontro teve como objetivo apresentar o BCS (Balanced Scorecard), programa que oferece aos dirigentes das empresas ferramentas que auxiliam no crescimento e sucesso das organizações.
O programa traduz a missão e a estratégia da empresa, num conjunto abrangente de medidas de desempenho que serve de base para um sistema de medição e gestão estratégica, além de perseguir os objetivos financeiros e os vetores de desempenho desses objetivos. Durante o encontro, a enfermeira enfatizou a importância do apoio dos gestores para a implantação do programa na Santa Casa, além da responsabilidade de todos quanto a seguir as determinações especificadas no mesmo, de modo a garantir uma gestão mais delimitada e segura. Os coordenadores devem atuar como disseminadores das informações dadas durante a reunião a todos que trabalham na Santa Casa.
BSC
BSC é uma sigla que pode ser traduzida como ?Indicadores Balanceados de Desempenho? ou ?Cenário Balanceado?. O programa é uma nova abordagem para a Administração Estratégica e uma metodologia de medição e gestão de desempenho, desenvolvida em 1992. Os passos dessa metodologia incluem: definição da estratégia empresarial, gerência do negócio, gerência de serviços e gestão da qualidade.
A partir de uma visão balanceada e integrada da organização, o BSC permite descrever a estratégia de forma muito clara, por intermédio de quatro perspectivas: financeira, clientes, processos internos, e aprendizado e crescimento, sendo todos interligados entre si, formando uma relação de causa e efeito.
Além disso, estando relacionado à comunicação da estratégia na organização, o BSC descreve a visão de futuro da empresa para todos, de modo a criar aspirações compartilhadas, criando um modelo holístico da estratégia, mostrando aos funcionários como podem contribuir para o sucesso organizacional.
Os princípios essenciais trabalhados pelo BSC são: traduzir a estratégia em termos operacionais; alinhar a organização para criar sinergias; transformar a estratégia em tarefa de todos; fazer da estratégia um processo contínuo; e liderança executiva para mobilizar a mudança.
Processo
De início, o foco do BSC é a mobilização e a criação de impulso para o lançamento do processo. Após a mobilização da organização, o foco se desloca para a governança. Por fim, de maneira gradual, desenvolve-se um novo sistema gerencial, que institucionaliza os novos valores culturais e as novas estruturas em um novo sistema de gestão.

Comentários
COMPATILHAR: