Em 2010, o Centro Universitário de Formiga foi contemplado por uma ação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), denominada ?Popularização da Ciência e Tecnologia?. Na oportunidade, mais de trinta mil reais em recursos foram repassados ao Unifor, valor que, desde então, é destinado ao desenvolvimento de um projeto criado e desenvolvido na instituição, denominado ?Geologia para Todos?.
O trabalho, coordenado pelo professor Anísio Cláudio Rios Fonseca, especialista em Solos e Meio Ambiente, professor dos cursos de engenharia ambiental, engenharia civil e química e coordenador do acervo mineralógico do Unifor, objetiva popularizar o conhecimento sobre geologia e mineralogia, inserindo a comunidade em geral num espaço de conhecimento e interatividade na área das ciências geológicas.
Para isso, a alunda do 6º período do curso de ciências biológicas Jordana Luísa de Castro está atuando no Laboratório de Mineralogia do Centro Universitário de Formiga, como bolsista da Fapemig. Envolvida nos trabalhos de organização do acervo e também na criação e execução das atividades desenvolvidas por intermédio do projeto, a acadêmica comenta a oportunidade que tem vivenciado. ?A chance oferecida pelo professor Anísio, juntamente com o Unifor, é de grande importância para a minha formação. Através do projeto, vejo grandes possibilidades de ampliar meu conhecimento, pois a geologia é uma área importantíssima nos dias atuais e desperta a curiosidade de todos. O apoio da Fapemig no desenvolvimento do trabalho é de grande valia para a concretização de nossos objetivos.?
De acordo com o professor Anísio, o trabalho desenvolvido pela aluna é de extrema importância, pois, além de enriquecer a formação da mesma, possibilita a concretização de várias idéias relacionadas ao projeto. ?A bolsista tem acompanhado minhas atividades há algum tempo e sua participação é de extrema importância para que aquele espaço possa ser melhor utilizado, além dos trabalhos desenvolvidos. Já estamos montando coleções didáticas para serem doadas às escolas, bem como material didático. A seriedade com que a Fapemig conduz o apoio à pesquisa é de vital importância em todo o processo e, claro, empunhar a bandeira do Unifor com uma atividade que amo é tudo de bom!?
Segundo ele, muitas são as ações previstas pelo projeto, as quais têm como objetivo principal aproximar a instituição de ensino superior da comunidade, além de fomentar o conhecimento de estudantes e demais interessados na área das ciências geológicas. ?Algumas das atividades são: confecção de coleções didáticas para escolas; confecção de material didático destinado a docentes e discentes; bate-papo geológico em blog; divulgação de atividades no Facebook e outras mídias; e publicações em fóruns e mídias diversas.?
Para encerrar, o professor sintetiza a importância do projeto para o centro universitário e para a comunidade em geral, além de enfatizar a essencial ajuda da Fapemig junto ao trabalho desenvolvido. ?O projeto possui grande relevância para o Unifor, porque o acervo de mineralogia é uma vitrine da Instituição, devido à beleza e importância científica, onde se pode arrebanhar alunos para diversos cursos relacionados. As visitas ao acervo possibilitam ao interessado conhecer outros laboratórios e cursos. A comunidade em geral tem como acessar informações sobre a geologia do município e adjacências, através de sites onde estão expostas publicações minhas, bem como interagir, ativamente, com o mundo da mineralogia, por meio de amostras reservadas para tal, além de futuras atividades de campo, minicursos, aulas e outros?.
Laboratório de Mineralogia
O Laboratório de Mineralogia do Unifor possui um acervo permanente de mais de 900 espécimes minerais e uma reserva técnica de cerca de 1000 amostras. Segundo o professor Anísio, o acervo está sendo digitalizado em um banco de imagens, com o objetivo de proteger e divulgar o mesmo.

Comentários