Redação Últimas Notícias

O projeto de segurança “Olho Vivo” poderá enfim se tornar uma realidade em Formiga. Na quarta-feira (4) autoridades do município se reuniram para discutir a implantação do projeto de videomonitoramento.

O encontro foi realizado no salão do Júri do Fórum Magalhães Pinto e contou com a participação de representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, demais autoridades envolvidas com a segurança pública e ainda, membros de movimentos sociais.

O evento foi uma iniciativa do vereador José Geraldo da Cunha/PMN (Cabo Cunha), juntamente com o juiz Rodrigo Márcio de Souza Rezende.

Na ocasião, o comandante da Polícia Militar de Arcos, capitão César Henrique Bittencourt e os representantes da Guarda Municipal de Lagoa da Prata, Emerson e Uilian, apresentaram o projeto que funciona nas duas cidades. Eles destacaram ainda, a importância do “Olho Vivo” para a prevenção de crimes, no auxílio no trabalho de inteligência da PM e na redução no número de crimes nos municípios.

Implantação em Formiga

Durante o encontro, o secretário de Obras e Trânsito, José Ronaldo do Couto confirmou que a Prefeitura pretende implantar o projeto “Olho Vivo” no município.

Para a implantação do projeto em Formiga, a Prefeitura receberá apoio da Câmara. O presidente do Legislativo, Evandro Donizeth, anunciou durante a reunião que para viabilizar a implantação do projeto a Câmara adiantará a devolução das economias feitas pela Casa ao Executivo para ser direcionado na implantação, até o montante de R$300 mil.

O encontro contou ainda com a participação do representante de agências bancárias, Moacir, Dimas (juiz de direito), Lucas Greco (Ministério Público), Pedro (Lojas Maçônicas), Isabel Castro da Acif/CDL, Tamara da OAB, padre Cleuber representando a igreja católica, comandante Levy do 63º Batalhão da PM, pastores representando as igrejas evangélicas, além de atiradores do Tiro de Guerra 04-030.

Comentários
COMPATILHAR: