O projeto de lei 258/2010, que dispõe sobre a obrigatoriedade da utilização de aquecedor solar nos imóveis pertencentes ao município de Formiga, foi aprovado durante a reunião da Câmara Municipal desta segunda-feira. O projeto é de autoria do vereador Gonçalo Faria/ PSB.
De acordo com o projeto, os imóveis pertencentes à Prefeitura, que exijam a utilização de água aquecida, como creches, escolas e outros, deverão constar em novas construções a obrigatoriedade da instalação de aquecedor solar, compatibilizando com o consumo. Os imóveis que utilizam água aquecida e que não tenham o aquecedor solar terão o prazo de até três anos para a sua adaptação.
Gonçalo Faria ressaltou que ?o Legislativo já vinha tentando há algum tempo junto com a Prefeitura, que naquelas obras que utilizam a água aquecida, que se colocasse esse tipo de equipamento. É claro que, muitas vezes, a que se entender que deixa de ser uma despesa e passa a ser um investimento, uma vez que ele é autofinanciável no decorrer do período. Espero e acredito que a Prefeitura vai ter a mesma consciência ecológica que esta Casa teve?, disse.
O vereador exemplificou que, uma creche que tenha 150 alunos são, no mínimo, 150 banhos por dia e, assim, o aquecedor solar traria mais economia, além de ser mais ecológico.

Comentários