A pouco menos de um ano das eleições municipais de 2008, o Diretório Municipal do PSB concluiu no último dia 5 de outubro, sexta feira, a primeira etapa da montagem da chapa proporcional do partido. A legenda possui cerca de 30 pré-candidatos a vereadores.

Segundo o Presidente do Diretório Municipal, Elton Costa, a estruturação da chapa vinham sendo feitas desde o final de 2006 e foram concluídas de forma a dar continuidade ao crescimento do partido que vem ocorrendo no Município desde 2005 quando nosso grupo assumiu a direção.

Indagado sobre nomes, o Edil e Líder do PSB na Câmara Municipal, Gonçalo Faria, um dos coordenadores da CEI- Comissão Eleitoral Interna, informou que filiaram no partido nomes de lideres comunitários com densidade eleitoral como Toninho de Albertos, Antonio Metralha, Alberto Berreca, Edmar Torres, Helena Silva, Heni Pires, Magda Hygino, Raquel Nascimento, Toninho da Vargem, Valdeci Silva que juntamente com os companheiros Amilton Vale, Lauri Souza, Elias Faria, José Belo, Vaninho Falcão, Antonio Donizeth certamente, será uma chapa competitiva graças ao equilíbrio de forças.

Já o Vice Presidente José Emboaba faz um prognostico positivo e otimista sobre o desempenho do grupo em comparação com as eleições de 2004. Segundo o dirigente socialista, o grupo que na época estava no PPS e saíram por divergências ideológicas, deve alcançar no PSB uma perfomance eleitoral invejável, onde a meta é eleger três vereadores, um a mais do que os dois eleitos no último pleito, Gonçalo Faria e Mauricio Ribeiro.

Até a chegada das convenções, em junho de 2008, o PSB irá preparar seus candidatos para a disputa através de um Comitê Eleitoral exclusivo para orientar cerca de 30 pré-candidatos a vereador que a legenda possui e um curso de formação política para os militantes seja candidato ou não.

Coligações

Na próxima semana, o Diretório Municipal do PSB irá reunir-se para discutir e definir com todos os militantes e pré-candidatos a vereadores, quais os partidos serão preferenciais para uma coligação nas eleições proporcionais.

Ao comentar o assunto, o Presidente Elton Costa, foi enfático: como tudo na legenda é resolvido democraticamente, iremos analisar cada partido e definirmos com nossos militantes e principalmente com os pré-candidatos quem tem perfil e equilíbrio de forças para uma coligação com o PSB. E, este é um momento histórico, pois a partir da decisão do STF os partidos terão que ter estrutura e organização. Acabou o personalismo, onde o político era maior que a agremiação. O mandato pertence ao partido.

Comentários