O plenário da Câmara Municipal, mais uma vez, recebeu a audiência pública de apresentação do Plano de Metas da administração 2013-2017. A reunião, na tarde desta terça-feira (16), foi para a explanação do segundo eixo que envolve as Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Desenvolvimento Humano, Planejamento, Coordenação e Regulação Urbana, Cultura além da Procuradoria, Gabinete e Controladoria Municipal.
Como na semana anterior, o prefeito Moacir Ribeiro/PMDB, responsável por dar abertura nos trabalhos, fez uso da palavra e desabafou (confira os vídeos). Ele disse que foi chamado de corrupto na reunião de segunda-feira (15), na Câmara e que pedirá ao presidente da Casa, Josino Bernardes/PSB, uma cópia da fita para processar o autor da ofensa.
Talvez por ter se deixado levar pelo momento, o prefeito que esteve como vereador por 7 mandatos, se esqueceu que durante o uso da palavra durante as reuniões, os vereadores possuem imunidade parlamentar e, portanto, não podem ser penalizados por suas alegações.
Moacir Ribeiro falou ainda sobre a presença maciça de funcionários públicos e disse que não poderia impedi-los de comparecer à audiência, uma vez que é do interesse deles saber quais são as metas da administração para cada um dos setores.
Mais uma vez, o secretário interino de Planejamento Jorde Zaidam fez a apresentação do segundo eixo, dividido entre os setores de Saúde, Educação, Desenvolvimento Humano, Habitação, Cultura, Esporte e Segurança Pública.
Dentro do planejamento estão algumas obras importantes como:
? A conclusão da Unidade de Pronto Atendimento;
? Construção do Caps;
? Implantação do Centro de Apoio em Belo Horizonte;
? Implantação do Restaurante Popular;
? Construção do Teatro Municipal;
? Implantação do programa de segurança Olho Vivo.
No fim da apresentação, a secretária adjunta da pasta de Saúde, Maria Inês Macedo, fez uma apresentação mais detalhada sobre as metas para esse setor, que são consideradas prioritárias no governo Moacir.
<2>Hospital Regional
Um dos pontos mais comentados da campanha eleitoral de Moacir Ribeiro foi a promessa de construção do Hospital Regional, que não consta no Plano de Metas.
Ainda durante a reunião, o prefeito foi questionado sobre a falta desse ponto, considerado por ele fundamental para a melhora da saúde no município. ?Se não tem lá no Plano, mesmo assim continua sendo compromisso meu o hospital regional?, afirmou Moacir Ribeiro.
A terceira e última reunião para a apresentação do terceiro eixo ocorrerá na terça-feira (23) a partir das 15h no plenário da Câmara Municipal.

Comentários