A Região Sudeste registrou o maior número de empregos formais em abril, com a geração de 190.057 postos de trabalho. Em seguida está a Região Sul, com 46.585 postos e, em terceiro, a Região Centro-Oeste, com 21.237 postos de trabalho.
Em valores relativos, a Região Sudeste continua no topo da lista com um crescimento de 0,96% na comparação com o estoque do mês de março. Em seguida está a Região Centro-Oeste, com 0,78% e a Região Sul com um crescimento de 0,70% na comparação de abril com o mês anterior.
As informações fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgadas nesta terça-feira (17) pelo Ministério do Trabalho e Emprego.
Entre os estados, São Paulo teve o maior crescimento (119.133), em seguida está Minas Gerais (36.354) e em terceiro está o Rio de Janeiro (25.756), um saldo recorde para meses de abril.
Também merecem destaque os saldos dos estados do Amazonas (4.346), Bahia (10.625) e do Ceará (6.606). No período, o Brasil criou 272 mil empregos formais.

Comentários